Quando pensamos em personalidade psicopata, pensamos logo naqueles criminosos, assassinos em série que vemos nos filmes e séries de televisão. Porém, se engana quem pensa que o psicopata apenas tem sangue frio e uma mente criminosa, a psicopatia está ligada, geralmente, às pessoas que parecem normais e encantadoras. Conheça como identificar uma personalidade psicopata e como é o seu comportamento. Leia abaixo!

O que é psicopata?

Caracterizado como um dos distúrbios mentais mais difíceis de diagnosticar, os psicopatas são manipuladores, incapazes de formar vínculos emocionais e empatia pelas pessoas, em contrapartida, são personalidades sedutoras e encantadoras. Embora não sintam emoções, eles conseguem facilmente imitá-las, fazendo com que quem esteja a sua volta acredite. São pessoas estáveis, capazes de manter um relacionamento por anos e mesmo assim ter um outro relacionamento paralelo sem que ninguém desconfie de nada.

Seu comportamento?

Um psicopata sabe bem o que dizer; ele é um bom propagandista pessoal, bem articulado e manipulador, ganha suas vítimas na bajulação e seduzindo-as para si. Sua personalidade tem um pouco de narcisismo, em vista que se julga o melhor, é seguro de si, dominante e não aceita opiniões diferentes das suas. Mente tanto que chega a ter orgulho da sua capacidade de enganar os outros. Em seu mundo ele o caçador e as pessoas, as caças.

Como identificar?

Você pode identificá-lo com base nas características e comportamento ditos acima, mas se quiser uma avaliação mais profunda existe um teste criado por Robert Hare que é um checklist de verificação para a psicopatia chamada de Escala de Hare. Esse método é feito para diagnosticar os graus de psicopatia de uma pessoa e é universalmente aceito para diagnosticar esse transtorno de personalidade. Vamos ver como funciona o teste? Você mesmo pode fazer, apenas preste bem atenção e responda sinceramente:

  1. Você tem “excesso de brilho” ou charme superficial

  2. Você tem um excesso de autoestima

  3. Você necessita de estimulação constante, não gosta de monotonia e tem propensão ao tédio

  4. Você é um mentiroso patológica, daqueles que sente orgulho de enganar as pessoas

  5. Você está sempre manipulando

  6. Você apresenta total falta de remorso ou culpa

  7. Você possui “afeto superficial” ou “sentimentos superficiais”

  8. Você é insensível ou possui completa falta de empatia

  9. Você tem um “estilo de vida parasita”, está sempre tirando proveito dos outros

  10. Você tem grande dificuldade em controlar suas atitudes

  11. Você tem um histórico de comportamento sexual promíscuo

  12. Você tem um histórico de problemas comportamentais na infância

  13. Você não possui objetivos realistas de longo prazo

  14. Você é excessivamente impulsivo

  15. Você tem um alto nível de irresponsabilidade

  16. Você não assume a responsabilidade por suas próprias ações, coloca sempre a culpa em outras pessoas

  17. Você já teve muitas relações “conjugais” de curto prazo

  18. Você tem um histórico de delinquência juvenil

  19. Já experimentou uma “revogação de liberdade condicional”

  20. Você exibe “versatilidade criminal”


    Se você se identificou com 6 ou mais perguntas, procure um psicólogo de sua confiança para conversar sobre o assunto. Para dúvidas ou mais questões relacionadas à psicopatia, contate a IDMP para uma conversa mais aprofundada.